FANDOM


PerfilEditar

Asmita
Virgem
Asmita
Dados gerais
Classe Cavaleiro de Atena
Categoria Cavaleiro De Ouro Da Constelação De Virgem

Aniversário

25 de Agosto

Dados básicos
Idade 21 anos
Dados de treinamento
Local Índia
Dados de anime e mangá
Estreia Capítulo 3 / Episódio 2
Seiyuu Akira Ishida

Asmita (乙女座のアスミタ Barugo no Asmita) é um personagem introduzido na série Saint Seiya - The Lost Canvas. Ele é o Cavaleiro de Ouro da Constelação de Virgem, na Guerra Santa do século XVIII, em 1743.

AparênciaEditar

AsmitaCloth
Asmita é tido como um dos mais belos Cavaleiros de Ouro; pelo fato de ele ser cego, ele sempre mantém seus olhos fechados e só são revelados no dia da sua morte, eles são de cor violeta. Asmita também tem longos cabelos loiros, a pele clara e tem um ponto no meio da testa, como o dos indianos. Também usa a Armadura de Ouro de Virgem e uma capa branca.

ArmaduraEditar

VirgoCloth
A Asmita, foi confiada a Armadura de Ouro da Constelação de Virgem, sendo assim, quando não está sendo usaa pelo Cavaleiro, ela fica na posição de uma virgem em oração. Esta é uma das Armaduras mais completas entre as 12 de ouro, cobre quase todo o corpo de Asmita.

PersonalidadeEditar

Asmita é o mais misterioso dos Cavaleiros de Ouro, ele certamente tem uma personalidade muito complexa, ele se descreve que por ser cego, sempre teve muito desconfiança em tudo e todos, e já chegou a duvidar sobre a própria existência do mundo. Ele também é muito solitário, sempre fica trancado dentro da Casa de Virgem meditando; ele demonstra uma grande devoção a sua religião, o budismo, mas também mostra um grande respeito à deusa Athena e os outros Cavaleiros de Ouro e é o Cavaleiro mais poderoso que já existiu . 

HistóricoEditar

O Misterioso Cavaleiro de VirgemEditar

Certo dia, projetando seu espírito na Grande Cachoeira de Sangue, Asmita avistou Tenma de Pégaso, [[Yato de Unicórnio|Yato de
Asmiapper
Unicórnio]] e Yuzuriha de Grou escalando as rochas a fim de colher os frutos da Mokurenji. Paralisando Yato e Yuzuriha, Asmita revelou-se para Tenma. Se apresentando a Tenma, ele o questiona porque está levantando seu punho contra o Imperador Hades. Ele perguntou se Pégaso, o "grande pecador", pretendia voltar-se novamente contra o Senhor das Trevas. Rindo, Asmita se disse decepcionado por ver que Pégaso era apenas "um pirralho", questionando a capacidade de Atena de conduzir a guerra e chamando-a de tola. O Cavaleiro de Virgem então comentou que era cedo demais para a deusa lidar com a guerra, e que talvez a verdadeira salvação fosse representada por Hades. Tenma questionou se Asmita, mesmo sendo um Cavaleiro de Ouro, pretendia trair Athena, ao que o Cavaleiro de Virgem respondeu apenas perguntando o que Pégaso faria se fosse o caso. Tenma respondeu que o
Asmitamed
enfrentaria, e atacou; Asmita defendeu-se com seu Kāhṃ, debochando da potência do ataque recebido, e rechaçou o oponente com uma rajada de energia. Asmita então revelou a razão de seu interesse em Tenma: o Cavaleiro de Pégaso estava sempre ao lado de Athena nas Guerras Santas contra Hades, erguendo seus punhos contra o Senhor das Trevas. O Cavaleiro de Virgem decidiu testar o Pégaso atual, e comentou que a conclusão a que chegara era apenas a dúvida quanto às razões que levavam Athena a permitir que um Cavaleiro tão fraco e despreparado lutasse a seu lado. Despertando seu cosmo avassalador, Asmita afirmou que se Tenma não pudesse sobreviver a ele, não teria
Asmico
qualquer chance contra Hades. Usando sua técnica Tenma Koufuku, Asmita disparou o Cavaleiro de Pégaso numa queda violenta, e ele caiu no rio de sangue formado abaixo da cachoeira; o Cavaleiro de Ouro meramente ordenou que ele se erguesse, afirmando que alguém com uma verdade forte não se deixaria vencer tão facilmente, e questionando por que Tenma lutava; este respondeu que, como um Cavaleiro de Athena, lutava pela paz na Terra, e Asmita rechaçou-o violentamente, vociferando que alguém com uma razão tão fraca como resposta era um tolo que não estava convicto de sua própria verdade. Asmita então desfere contra Tenma seu poderoso Rikudou Rinne, que fez Tenma ficar horrorizado passando pelos seis mundos do Inferno; Asmita então coloca que para uma Cavaleiro de Athena tão fraco de espírito, o lugar ideal seria o instável Mundos dos Humanos, Tenma então vê sua antiga vila, cheia de tristeza, cansaço e
AsmiTen
pobreza e então tem um visão da sua infância, a separação de Sasha e Alone, a promessa que fizeram; Tenma fica desesperado com essa visão e finalmente é mandado para o último mundo; o Mundo Celestial, onde um único pensamento impuro levar um indivíduo a todos os outros mundos. Asmita então explica que, como Pégaso tem renascido em todas as Guerras Santas, ao lado, de Athena, ferindo Imperador Hades; temendo isso, Hades trancafiou seu corpo nos Campos Elisyos. Saindo do ataque, Tenma cai bem a frente de Asmita, que diz que agora sabendo da situação, Pégaso não poderá fazer nada; Tenma então começa a se culpar pelo o que aconteceu com Alone, ele então fala que sua determinação e força estão em proteger Alone e Sasha; e subitamente, parte para cima de Asmita, que bloqueia com seu Kāhṃ, e logo fala que Tenma é um tolo, que seus atos são dignos de um mero humano, mas se interessou
Tenasm
pela força de seu coração. O Cavaleiro de Virgem então sai da posição de meditação e parabeniza Tenma por tê-lo feito ficar de pé e já que seus outros não ataques não surtiram efeito, ele iria impor mais respeito; Asmita então usa sua técnica mais poderosa, Tenbu Horin, Tenma fica paralisado, fazendo isso, Asmita explica como sua técnica se dá, que ela é a verdadedo universo, aqueles que são pegos não conseguem mais fugir, somente esperam a destruição total. Virgem explica qu ele tirou os cinco sentidos de Tenma, um a um; Tenma então tem uma visão de que Asmita mata Sasha, bem a sua frente, o Cavaleiro de Pégaso fica enfurecido e parte para cima de Asmita, que bloqueia, mas aumentando seu Cosmo, Tenma pensa que consegue atingir o Cavaleiro de Ouro, mas o mesmo revela ser uma ilusão e o que Tenma acertou foi a Mokurenji. Asmita então fala para Tenma coletar 108 desses frutos e em um raio de luz, ele desapareçe.

Os Mistérios DesapareçemEditar

Asmita reapareçe no Santuário, ele vai ao encontro de Athena; o que faz parecer, aquele encontro com
AsmitaSanc
Tenma, foi tudo um teste para Asmita conhecer melhor o garoto, já que como ele é cego, tem muitas dúvidas sobre o mundo; porém, ele fala que Tenma é um grande homem e em pensamento, fala que está vendo o sofrimento de Athena para manter a barreira que os protege. Logo, Asmita encontra Dohko na Casa de Libra, e Dohko fica intrigado com os atos de Asmita e o pede para onde ee está indo, Asmita logo coloca que não é nada de mais e então fala sobre Tenma, deixando Dohko mais intrigado ainda. Quando uma tropa de Espectros está se dirigindo para Jamiel, onde Tenma foi ressucitado, Asmita apareçe no meio do caminho usando o Teletransporte; Ele então ataca os Espectros com seu Tenma Koufuku, lançando-
AsmitaDies
os para longe. Asmita então reapareçe onde está Tenma, que está soltando palavras rudes a seu respeito, ele coloca que Tenma fez sua missão em segurança e pede para eles levá-lo até o Mestre de Jamiel, Hakurei. Lá, Yuzuriha mostra os frutos da Mokurenji que coletaram e Hakurei explica a sua função, Asmita logo fala o porque da sua presença, falando que ele que eleverá seu Cosmo para executar o desenvolvimento dos frutos da Mokurenji. Logo, são interrompidos pela ação da tropa de Espectros que ali estava; Asmita então fala para os Cavaleiros de Bronze lutarem, porque el estaria ocupado concentrando seu Cosmo. Antes de ir, Asmita ofereçe seu sangue para restaurar a Armadura de Pégaso de Tenma, que logo enfrentara os Espectros.

Sacrifício Digno de um HeróiEditar

Asmita então tem um pequeno diálogo com Hakurei e sobe as escadas que levam a parte mais alta do Templo; no caminho, Asmita começa a pensar sobre sua existência, e coloca que por ser cego, ele armanezou seu Cosmo a vida toda e agora ele teria um significado para a sua vida; chegando no topo da torre, Asmita sente uma brisa tocar seu rosto e comenta que o dia está muito agradável, e então se coloca na
Bargotenma.
posição para realizar a concentração do Cosmo. Uma forte luz emana da torre e Asmita está disposto a elevar seu Cosmo ao máximo; em um momento, ele abre os olhos e tem uma lembrança de quando a jovem Athena chegou ao Santuário, os Espectros então tentam atacar o Templo, mas Asmita revida usando Tenkuuhaja Chimimouryou e Tenbu Horin, os afastando do seu alcançe. Mais uma vez, Asmita abre os olhos e agora consegue enxergar, falando que o mundo é realmente lindo e que Tenma tem um rosto mais infantil do que ele imaginava; Asmita então finalmente completa o rosário e 108 contas confeccionado com os frutos da Mokurenji, porém, elevando seu Cosmo ao máximo, ele se sacrifica como um herói e deixa Athena nos cuidados de Tenma.

TécnicasEditar

TenmaKofuku Tenma Koufuku

(Rendição do Demônio Rei)

(天魔降伏) Golpe geralmente utilizado para varrer vários inimigos ao mesmo tempo. O cosmo ampliado entre as mãos de Asmita explode contra o inimigo, que é atingido pelo choque e lançado para longe. Muitas vezes o impacto é suficiente para matar um adversário.
RikudoRinne Rikudo Rinne

(Transmigração aos Seis Mundos)

(六道輪廻) Asmita ataca a mente do adversário, arrastando sua alma pelos seis mundos do Samsara: o inferno, mundos dos espíritos famintos, das feras, das chacinas, dos humanos e o paraíso. O oponente pode escolher em qual dos mundos quer reencarnar quando for morto pelo golpe.
TenbuHorin Tenbu Horin

(Tesouro do Céu)

(天舞宝輪) O golpe mais poderoso de Asmita, que ele diz ser a verdade do universo, representando a harmonia perfeita e a combinação entre ataque e defesa. Aquele que é atingido pelo Tenbu Horin tem todos os sentidos completamente destruídos, eliminando qualquer possibilidade do alvo de recuar, fugir, se defender ou contra-atacar.
Tenkuuhaja Tenkuuhaja Chimimoryo

(Supremacia Celeste Sobre Espíritos dos Rios e Montanhas)

(天空覇邪魑魅魍魎) Técnica que conjura incontáveis espíritos malignos inferiores de rios e montanhas, convocados de uma dimensão diferente para devorar o alvo e pode levar a alma do oponente à colina que leva ao inferno.

VídeoEditar

「聖闘士星矢(saint seiya) THE LOST CANVAS 冥王神話」プロモーション・ムービー601:20

「聖闘士星矢(saint seiya) THE LOST CANVAS 冥王神話」プロモーション・ムービー6







CuriosidadesEditar

  • Asmita é uma palavra de filosofias indianas. Um dos seus significados é o Ego, e também pode significar aquilo que não é o que pareçe ser.
  • Assim como sua reencarnação, Shaka, ele também é proclamado como a encarnação de Buhda.
  • Ao contrário de Shaka, que fecha os olhos para conter seu poder, Asmita é realmente cego.
  • Seu Seiyuu, Akira Ishida, também faz as vozes de Tarō Misaki e Hikaru Matsuyama da série Captain Tsubasa; Sabaku no Gaara da série Naruto; Aster Phoenix da série Yu-Gi-Oh GX e também Falkner da série Pokémon Johto.
  • Asmita venceu Tenma no inferno.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.